09 novembro 2016

O mundo perdeu

Foto
E o Trump ri-se de nós. O homem que bradou aos sete ventos que ia acabar com os emigrantes, que a América é uma terra de brancos, que as mulheres não servem para nada, etc. Enfim, não sei o que pensar das consequências de tamanha ignorância. Em 2016 achava eu, do alto dos meus 24 anos, que estava num mundo menos sexista, menos racista, mais igual... e enganei-me redondamente.

Tudo bem, eu sei que votar na Hillary não era o melhor caminho, mas bolas, não seria mais fácil pensar que o Trump não era, de todo, O caminho? Um homem que diz que quer ir para outro país, que tem sofrido imenso - Síria - para criar uma safe zone para os Americanos, onde nenhum sírio poderia entrar e que ia dominar aquilo, é alguém que se escolha para presidente?

Ok, eu percebo, como diz o ditado quem tem cu, tem medo, aqui a coisa não muda: a América tem medo e por isso juntou-se ao ~mais forte~ para os salvar dos atentados, mas meteram um terrorista lá dentro. Ok, provavelmente em 288 delegados a maioria são como ele: machistas, racistas e xenofobos. A minha pergunta aqui, a que mais me reina na cabeça desde que vi as últimas imagens ontem à noite é: como é que as mulheres apoiam esta aberração? Não percebo, não consigo mesmo perceber.

Neste momento não é só a América que está dividida. Passar do Obama para esta criatura... não sei que mudança esperam, mas realmente vão tê-la, não me parece é que seja a desejada. O mundo também ficou dividido, ninguém consegue acreditar nisto, neste senhor, infelizmente até 20 de Janeiro de 2017 vão entregar-lhe textos para ele decorar e discursar, porque este Presidente eleito por 288 delegados só diz merda e toda a gente o sabe, mas ignora, esconde isso e agora precisa passar a melhor imagem.

God bless America.

8 comentários :

  1. Eu sempre tive aquele feeling que iria ser o Trump a ganhar, existem demasiados interesses.

    Mas agora, o mundo que se prepare. :/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também sempre achei que seria ele, não por as coisas que dizia, mas pelo dinheiro que tem. Ele fez uma campanha suja, completamente... e as pessoas continuavam a admirá-lo.

      Eliminar
  2. Vai ser preciso muita paciência daqui para a frente. E muita sorte. Porque cheira-me que o mundo ocidental não vai ver "paz" durante muito mais tempo...e entretanto o ódio vai-se espalhando. Bonito.

    Jiji

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A China e o México vão ser os primeiros a sofrer com isto. Ele tenciona "fechar" a fronteira com um muro! Estamos em 2016 e isto é... enfim.

      Eliminar
  3. Estás a ser demasiado rude para a mensagem que queres passar. Ele não disse que queria acabar com os emigrantes... disse que queria deportar os "aliens" que são os que vivem nos EUA e não estão legais. Acerca do sexismo, este ainda tem alguma coisa para mostrar, também podias ter falado da Hillary ter dado uma tareia ao marido quando soube que ele andou a "sujar a roupa interior da estagiária e uma gota foi parar ao vestido". Nessa altura, a violência doméstica não interessou né? Igualdade é para tudo, Vanessa.

    Acerca dos delegados, sabes que o Trump só conhece 2 deles (conhecia os de Nova York, só que os democratas ganharam esse estado, por isso os representantes serão 6 democratas e 2 republicanos)? É que quem escolhe os representantes é o partido em cada estado. O candidato só os conhece quando tomarem posse e o presidente for lá assinar o termo de posse. A mesma coisa se passa com os senadores. O Trump não era da base do partido, estares a esticar coisas que foram ditas a outros que não tem nada a haver com o caso, é o que fizeram os meios de comunicação social e deram a vitória ao Trump, com o voto de protesto contra essa forma de agir.
    Senadores, representantes e congressistas, são dos partidos. O candidato é eleito em primárias pelos simpatizantes do partido. A Hillary conhece muito mais dos eleitos que falas do que o Trump... pois ela passou 8 anos como senadora e trabalhou com a equipa do Obama na casa branca. O Trump é um wild card que vai ter de andar à procura de uma equipa que vai ter membros do partido... e queres a melhor? O Bernie Sanders, que perdeu a nomeação democrata para a Hillary, pode vir a fazer parte da equipa de igualdade de género do Trump.

    ResponderEliminar
  4. Sempre que penso nisto, chego a uma questão: Como é que as pessoas podem ter avançado 100 passos com o Obama e estar a regredir 50000 com o Trump? Fogo. Não há consciência de facto.

    ResponderEliminar
  5. Eu por acaso nunca vi a Hillary Clinton como o mal menor. Apoiava-a mesmo. Acho que muita da onda contra ela não foi mais que misóginia - afinal, não fez ou planeava fazer nada que o Barack Obama não tenha feito a nível de política externa. E convenhamos que os EUA não são Portugal, há decisões muito mais complexas a tomar, e cometem-se erros que podem ser vistos, e justamente, como verdadeiras atrocidades. Não é seguramente um trabalho fácil, mas a Hillary estava mil vezes mais apta a desempenhá-lo.

    ResponderEliminar

UP!