5 coisas que fazíamos antes de existirem Smartphones

30 novembro 2016

Imagem via Tumblr

Ainda venho da geração a preto e branco, aquela que tinha telemóveis com baterias que duravam uma semana, que o saldo desaparecia em menos de nada, que a única salvação era a comunicação quase por código, quer por escrita, quer por chamada. Sabem do que estou a falar? Vou elucidar-vos em 5 pontos que todos conhecem.

01. Troca de toques
Hoje em dia trocamos mensagens, dizemos Olá pelo Messenger, ligamos muito mais, aliás, conseguimos falar muito mais. Antigamente não, pelo menos há mais de 10 anos atrás, nós trocávamos toques como quem diz olá, por vezes até eram por tempo indeterminado, e hoje em dia, a meu ver, era uma forma interessante de dizer à outra pessoa que nos estávamos a lembrar dela, que estávamos em contacto mesmo sem dizermos nada. Hoje não faço nada disso e não sei se há alguém que ainda o faça.

02. Os ~kolmis~
Alguém ainda se lembra desta coisa? Isto existia na TMN (actual MEO) e permitia-nos dizer à outra pessoa que não tínhamos saldo para ligar e por isso pedíamos para nos ligarem. Isto tinha o mesmo significado dos toques, por vezes, mas normalmente ajudava a perceber porque é que mandávamos SMS's e não nos respondiam ou os tais toques.

03. As SMS's eram quase um código
Antigamente as mensagens seguiam por páginas, ou seja, duas páginas eram duas SMS's separadas e iam custar-nos o dobro. Sim, porque os SMS's eram caros, 0.10€ ou mais para a mesma rede e para outras às vezes chegavam aos 0.20€. Felizmente apareceu o Moche (MEO) e outros tarifários idênticos. Isso veio dar-nos uma liberdade maior, mas aquilo que hoje em dia ainda me faz confusão é a escrita. Sempre tentei, mesmo que resumisse as minhas SMS's ao máximo, escrever em português correcto, mas há quem não tenha conseguido fugir a isso, então ainda hoje há kem eskreva axim e vdd seja dita, ixto faz-me 1a confuxao dexgraxada. Max ax noxax smsx eram axim, meio extranhax. Ainda havia quem escrevesse mais resumido que isto!

04. Comprávamos imagens pixealizadas para o ecrã e toques
Não haviam fotos, não haviam sites com imagens grátis para estes aparelhos. As imagens eram uma mini-barra com um desenho pixealizado e era isso que personalizava o nosso telemóvel. Estranho, né? Além disso, toques personalizados, só mesmo comprados e não eram muito baratos naquela altura... sem contar que não passavam de uma melodia ao estilo ~brinquedos de bebé~ em grande parte dos casos. Realmente 2016 está muito evoluído neste aspecto!

05. O snake
Era o melhor jogo, o único de jeito e o mais conhecido. Batíamos o record uns dos outros, tentávamos competir contra nós mesmos e sinceramente era a coisa mais entusiasmante no telemóvel, em ter um telemóvel (falo por mim). Hoje em dia são tantos os jogos que não há nenhum que seja o mais escolhido, o mais concorrido, o mais falado. Mas o Snake? Esse ainda hoje é falado e gabado.

//

Lembram-se de mais alguma coisa que fosse relevante nos telemóveis antigos?

17 comentários

  1. OMG pois era!! Eu tive esse Nokia 3310 (quem não teve na altura?) e adorava-o! Tenho umas saudades dele que nem imaginas.

    Ri-me com essa lista porque fazia tudo isso e ainda mais: eu compunha os meus próprios toques. Alguns copiava (havia uma espécie de "pauta") de sites de toques da internet.
    Era lindo!

    Joan of July

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nunca fui muito dada às composições, mas lembro-me que no meu 6ºano tinha aprendido a tocar na flauta uma música e que a meti nessa "pauta" para ver como soava... acho que foi a única vez que usei aquilo xD

      Eliminar
  2. SNAKE <3 <3 <3 e eu nunca tive um 3310 ;_; ahahah andava sempre a roubar o tlm aos meus amigos :p mas se há coisa de que tenho saudades, é da bateria infinita! :p

    Jiji

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Antes de ter um telemóvel com isso, jogava no do meu pai, que era um Nokia mais antigo, daqueles com a antena dura, um grande tijolo xD mas era um máximo!

      Eliminar
  3. Lembro de tudo uahahahah.
    De enviar a mensagem a dizer "dpx dsta fco s/ sld" haha.
    Não jogavas à vez o snake e ver quem era o vencedor?
    Também fazia ali como a Catarina e criava os meus toques. Eu era o Beethoven do 3310!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahah, sim, às vezes a mensagem do "vou fikar xem xaldo" também ia à balha xD belos tempos!
      Jogava pois, e era pouco viciante sim!

      Eliminar
  4. E éramos tããão felizes! E o melhor é que fazíamos isso e muito mais coisas do que só o que está pelo telemóvel.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Podes crer, éramos mesmo muito mais felizes! Sem contar que os convívios entre amigos tinham de tudo menos o telemóvel.

      Eliminar
  5. Espera lá, eu ainda hoje envio tokings (a versão dos kolmis na Vodafone)! Quando não tenho saldo e preciso mesmo que me liguem, vai de mandar um :P

    Kill Your Barbies

    ResponderEliminar
  6. Ah! Esqueci-me de acrescentar que há uns tempos tinha que enviar mensagens para uma pessoa de rede diferente e como só tenho SMS grátis para a minha rede, também controlava as páginas e resumia o que tinha para dizer. Só não tenho um 3310, mas ainda tenho os tiques do passado.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, antes de ter o tarifário com mensagens grátis para todas as redes, controlava bem a quem é que enviava mensagens que me pudesse gastar dinheiro. Às vezes até era meio forreta e nem sequer falava muito com as pessoas de outra rede só para não gastar :$ eheh

      Eliminar
  7. Opa, que boas memórias. Os toques... eu lembro-me de passar tempos e tempos aos toques. Nossa...:D

    Another Lovely Blog!, http://letrad.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  8. Aaaai que nostalgia que me bateu agora! :D

    ResponderEliminar
  9. A Tia Anica07/12/16, 19:47

    Lembro-me tão bem! Por vezes ainda faço escrevo assim em código no telemóvel e envio kolmis. =P

    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  10. Que saudades do snake!

    Cátia ∫ Meraki

    ResponderEliminar
  11. Ainda hoje utilizo os kolmis! AHAHAH e só de abuso, quando não tenho saldo ou não quero gastá-lo, ligo a cobrar. Tendo em conta que o tarifário da maior das pessoas que conheço é daqueles em que não se paga chamadas, e eu ainda estou no meio antigo no que toca a tarifários, acho mais que justo! x)

    A Vida de Lyne

    ResponderEliminar

© let's do nothing today por Vanessa Moreira.